Siga a gente!

sábado, 26 de novembro de 2016

O ditador leonino Fidel Castro (13/08)...

... desceu hoje para se encontrar com o chefe.



quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Leoninos se preocupam muito com a vida profissional e se dedicam ao máximo para serem reconhecidos e elogiados por seu trabalho.


Michelle Yeoh (06/08)


A bela malaia de ascendência chinesa dedicou-se com afinco ao balé clássico desde os quatro anos, chegando a estudar na London Royal Academy of Dance quando sua família viveu por uns tempos na Inglaterra, na década de 1970. Contudo, uma lesão na coluna vertebral durante uma aula a impediu de se tornar prima ballerina do Royal Ballet, como era seu sonho.

Em 1983, já de volta à sua cidade natal, Ipoh, Michelle venceu o concurso de Miss Malásia, aos 20 anos:



Uma coisa leva à outra e, depois de aparecer em um comercial ao lado de Jackie Chan...



 ... Michelle foi convidada para filmes produzidos em Hong Kong, ao lado do próprio Chan e Chow Yun-Fat. Em 1988, ela se casa com um executivo da indústria cinematográfica e se retira dos filmes. Com o fim do casamento, quatro anos depois, Michelle retorna às telas. A maior parte de seus papéis nessa época requeria competência nas artes marciais, coisa que ela não tinha, mas que compensava tão bem com sua experiência como bailarina, que dispensava dublês e realizava ela mesma todas as acrobacias e cenas de luta. 






Tamanha dedicação, primeiro à dança e depois às lutas, causou até uma deformação nos pés de Michelle, que causa espanto e comentários negativos quando a atriz comparece hoje em dia a eventos usando sandálias:



Esses filmes alcançaram enorme sucesso e chamaram a atenção de Hollywood, o que resultou no convite a Michelle para integrar a memorável galeria de Bond Girls com 007 O Amanhã Nunca Morre, ao lado de Pierce Brosnan, em 1997. Nesse mesmo ano, ela foi escolhida pela revista People uma das 50 pessoas mais bonitas do mundo.





Mas a consagração veio mesmo com O Tigre e o Dragão, de Ang Lee, Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2001, que tornou Michelle uma celebridade internacional.





Depois desse sucesso, Michelle criou sua própria produtora, a Mythical Films, e participou de uns poucos filmes, chineses ou independentes americanos, com exceção da superprodução Memórias de uma Gueixa, em 2005, e A Múmia: Tumba do Imperador Dragão, em 2008.




Em 2009, ela apresentou o documentário da National Geographic Among the Great Apes with Michelle Yeoh.




E por anda Michelle hoje? No final de 2015, a atriz entrou para o elenco recorrente da 2ª temporada da série original da Netflix Marco Polo



E em fevereiro deste ano, foi lançada a sequência de O Tigre e o Dragão, que se chama aqui O Tigre e o Dragão: A Lenda Verde, no qual Michelle retoma sua personagem Yu Shu Lien, na história que se passa 20 anos depois da primeira.




JOGUE AGORA:
O TIGRE E O DRAGÃO PARA GBA!


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Até quem não acredita em Astrologia, acredita nos Cavaleiros do Zodíaco.




No Japão, há somente uma palavra mais importante do que tecnologia: honra. E, como não poderia ser diferente, o autor dos mangás que deram origem ao animê, Masami Kurumada, natural de Tóquio, fundamentou toda a sua criação nessa questão tão vital para os japoneses, basicamente classificando os personagens como honrados (bons) ou desonrados (maus).



Aioria (16/08) é o Cavaleiro de Ouro de Leão.


Atenção contém spoilers (mas, fala sério, quem ainda não conhece essa história?)


Esse é um dos cavaleiros cuja personalidade mais combina com o signo que representa: lealdade, orgulho, generosidade, nobreza, ser o melhor no que faz do que os outros, chamar bastante a atenção fazendo grandes entradas, ser bastante aferrado às suas convicções... estamos falando de um verdadeiro leonino.




O Cavaleiro de Leão sempre sofreu muito preconceito e bullying por ser irmão daquele considerado o grande traidor do Santuário, Aioros, o Cavaleiro de Sagitário, que supostamente tentou matar a encarnação de Atena ainda no berço.








Para acabar com esse estigma, ele jurou ser o mais forte de todos os cavaleiros e um fiel servo de Atena.




Então, quando o grande vilão da trama convoca outro cavaleiro de ouro para dar um fim de uma vez por todas nos heróis, o Cavaleiro de Leão intervém subitamente pedindo que seja ele a fazer o serviço, para que possa demonstrar a sua lealdade a Atena, e é autorizado a cumprir tal missão. O que o Cavaleiro de Leão não sabe – e outros cavaleiros de ouro também não – é que ele está sendo ludibriado pelo vilão. 

Assim, é ele quem faz a grande primeira aparição de um cavaleiro de ouro na série, com uma entrada digna de um leonino:




Ele aproveita o seu momento para botar para fora todo seu orgulho de ser um cavaleiro de ouro: dá um pau em seus adversários usando apenas um dedinho...




... fica se gabando que pode alcançar a velocidade de 300 mil km/s...




... enfim, mostra toda sua superioridade em relação aos demais.




Mas também demonstra nobreza, ao desculpar-se por ter atingido acidentalmente um cavaleiro para o qual seu golpe não era destinado, e generosidade, ao decidir, por conta de seu engano, não liquidar naquele momento Seya, o herói (que ele acredita ser vilão).




No entanto, na série, Masami Kurumada optou por não prolongar o desconhecimento do Cavaleiro de Leão de que esteve durante todo o tempo do lado errado (chega de ferir ainda mais sua vaidade leonina!), e decidiu mostrar-lhe a verdade ali mesmo. Quando a armadura do irmão do Cavaleiro de Leão, a de Sagitário, surge do nada e reveste Seya por conta própria, salvando-o de outros cavaleiros que supostamente deveriam ser os mocinhos, o cavaleiro de ouro começa a se questionar.





Mas, aferrado às suas convicções como um bom leonino, isso não é o bastante para convencê-lo de que algo está estranho. É preciso mesmo que a própria Atena chegue para ele, pessoalmente, e lhe diga "ô, se liga, você está do lado errado!". E, mesmo assim, não convencido, ainda quer encher ela de porrada com o argumento de que, se fosse mesmo a encarnação da deusa, o ataque não lhe faria mal algum.




No fim, ele enxerga a verdade...




 ... e faz o seu juramento de lealdade a Atena.




Mais tarde, entretanto, ele volta atrás, coisa que não é típica de um leonino, e se vê determinado mais uma vez a destruir os heróis!!!


"Vixi, que olhos são esses?"


Mas logo entendemos a razão: o vilão aplicou-lhe aquele seu velho truquezinho de dominar o cérebro de quem o desafia, quando o Cavaleiro de Leão foi tirar satisfações com ele sobre essa treta toda. 


Momento nerd: o golpe Satã Imperial, ou "a lendária arte do controle do cérebro".


É preciso que o Cavaleiro de Leão leve um bom meteoro de Pégaso na orelha para que o encanto maligno seja quebrado e ele volte ao seu verdadeiro e exuberante eu.





ATENÇÃO!
Na Comic Con Experience 2016, que acontece logo mais entre os dias 1 a 4 de dezembro, em São Paulo, estarão em exposição todas as armaduras de ouro dos Cavaleiros do Zodíaco.




É uma ótima chance de ver as armaduras em tamanho real, e não apenas em figuras de ação.





Veja os cavaleiros de ouro dos outros signos:

Escorpião

Touro

Aquário

Virgem

Libra

Gêmeos

Culpa do estagiário, que não entende nada de Cavaleiros do Zodíaco.

Peixes

Sagitário

Capricórnio

Câncer

Áries

sábado, 12 de novembro de 2016

Orgulho de ser leonina na pele...







Hayden Panettiere (21/08)



Confira as orgulhosas tatuagens dos outros signos:

Libra

Touro

Peixes

Aquário

terça-feira, 8 de novembro de 2016

CONHEÇA O NOVO
BLOG DOS TAURINOS!

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E VOCÊ SERÁ REDIRECIONADO:


domingo, 6 de novembro de 2016

Da série: “Enquadrados”.

Mugshot de Leão (1):

Em 1994, em Nova York, depois de tentar embarcar em um avião no aeroporto JFK portando uma arma, o leonino Christian Slater (18/08) foi preso. Tá certo que ele já foi condenado a 3 meses de prisão por tumultuar uma festa, mas não seria este episódio uma tentativa de cavar publicidade para a carreira que andava meio caidinha antes do atual sucesso de Mr. Robot?




Confira mugshots nos outros signos:





Escorpianos

Taurinos

Piscianos

Sagitarianos

Capricornianos

Cancerianos

Arietinos

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Hoje, 01/11, é o Dia Mundial do Veganismo.

O veganismo é uma filosofia, um estilo de vida, um sistema de ideias, um movimento cujo volume de adeptos vem aumentando rapidamente em todo o mundo graças a uma crescente conscientização sobre os direitos dos animais, questões ambientais, qualidade de vida e saúde: cada vez mais lojas e restaurantes veganos são abertos, os supermercados têm cada vez mais opções de produtos e alimentos veganos. O termo “veganismo” foi cunhado em 1944 por Donald Watson, cofundador da Vegan Society na Inglaterra, que nos conta:

“Uma das minhas primeiras lembranças é a de passar férias na fazenda de meu tio George, cercado por animais interessantes. Todos eles “davam” alguma coisa: o cavalo da fazenda puxava o arado, o cavalo menor puxava a charrete, as vacas “davam” leite, as galinhas “davam” ovos e o galo era um “despertador” muito útil; não sabia naquele tempo que ele também tinha outra função. As ovelhas “davam” lã. Nem de longe imaginava o que “davam” os porcos, mas pareciam criaturas tão amistosas... sempre felizes em me ver. Então, chegou o dia quando um dos porcos foi morto: eu ainda trago lembranças vívidas de todo o processo, incluindo os gritos. Claro... decidi que as fazendas — e os tios — tinham de ser reavaliados: o cenário idílico não passava de uma sequência sem fim de mortes, onde os dias de cada criatura estavam contados a partir do momento que deixasse de ser útil para os seres humanos”.

A partir daí, Donald passou a pôr em prática a sua convicção de que “o homem deveria viver sem explorar os animais”, o que muito deve ter contribuído para que vivesse uma vida longa e sem problemas de saúde, falecendo em casa, aos 95 anos, de causas naturais.

***

No dia de hoje, a leonina homenageada não poderia deixar de ser uma ilustre vegana:




Carrie-Anne Moss (21/08)


Quem não se lembra da Trinity, de Matrix? Mas a carreira da bela atriz canadense, que chegou a trabalhar como modelo na Europa antes de se decidir pela atuação, passou por novelas na TV e até mesmo um episódio de Baywatch, em meados dos anos 90. Além da trilogia dos irmãos (agora irmãs, depois da mudança de sexo da dupla) Warchovsky sua filmografia inclui o festejado thriller psicológico neo-noir Amnésia, a ficção científica Planeta Vermelho, e o controverso suspense Unthinkable. Mas foram as filmagens de Chocolate, rodado numa pequena comunidade rural na França, onde Carrie-Anne pôde ter contato com vacas e perceber como cada uma tinha uma personalidade diferente, além de doçura e inteligência, que mudaram a sua vida, dando oportunidade à atriz de fazer a conexão entre aqueles dóceis seres com o bife em seu prato, resultando na sua imediata conversão ao vegetarianismo. Depois disso, foi um passo para se tornar vegana, com uma especial predileção por alimentos crus o que trouxe de bônus a preservação de sua invejável pele, que desafia o passar do tempo cada vez mais bela e luminosa.

Curiosidade: assista a participação de Carrie-Anne Moss em Baywatch (1994).



Confira veganos homenageados nos outros signos:







Sagitarianos


Cancerianos

Arietinos